Blog VOIN

Noticías

Mundo Offshore e Mercado de trabalho

Projeto que institui Sistema Nacional de Educação volta à pauta do Senado

Exigência do Plano Nacional de Educação, criação do SNE teve votação adiada para inclusão de sugestões encaminhadas pelo MEC

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 235/2019, de autoria do senador Flávio Arns (Podemos-PR) será reinserido na pauta de votação do Senado na próxima terça-feira. A matéria seria analisada pelos senadores no dia 9, mas foi retirada da ordem do dia a pedido do próprio relator da matéria, senador Dário Berger (MDB-SC), para que pudessem ser avaliadas sugestões que foram encaminhadas a ele pelo Ministério da Educação (MEC).

“O projeto é um dos mais importantes para a nação brasileira, pois ele planeja de forma integrada as questões educacionais entre União, estados, Distrito Federal e municípios, que articulam entre si um futuro melhor para a educação brasileira. Depois de diversas incursões e solicitações, o Ministério da Educação se manifestou a respeito do SNE e fez uma série de observações e proposições para inclusão ao relatório”, explicou Berger. De acordo com o relator, não foram feitas mudanças estruturais na proposta, somente mudanças na redação de trechos. Tanto ele quanto o autor do PLC afirmam que não houve interferência política do MEC no texto final.

O objetivo do Sistema Nacional de Educação é o alinhamento das políticas, programas e ações da União, estados e municípios, em articulação colaborativa dos entes da Federação na área educacional, conforme estipulado pelo Plano Nacional de Educação.

“A ideia é universalizar o acesso à educação básica e garantir seu padrão de qualidade, erradicar o analfabetismo, garantir equalização de oportunidades educacionais, articular os níveis, etapas e modalidades de ensino; cumprir os planos de educação em todos os níveis da Federação; e valorizar os profissionais da educação, entre outras ações”, afirma o relator.

O senador Flávio Arns, autor do projeto, destacou que o texto foi discutido com vários setores da sociedade e citou alguns desafios do Brasil na área do ensino, como o enfrentamento do abandono escolar, a necessidade de reaprendizagem, a estrutura escolar e a formação de professores.

Pacto pela educação

“Tudo tem que ser pactuado no sistema do qual participe o governo federal, os governos estaduais, municipais e a sociedade. Depois da aprovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que ocorreu quando Dário Berger presidiu a Comissão de Educação, a criação do SNE é uma prioridade também, assim como acontece com o SUS, a SUAS e o Suspes. É muito importante a participação do governo federal. Nada melhor que sinalizarmos para a sociedade o esforço conjunto que tem que ser feito por todos e todas em favor da educação”, afirmou.

O projeto foi aprovado em novembro na Comissão de Educação (CE), na forma de substitutivo apresentado por Berger, que relatará também o texto em Plenário.

O texto teve por base oito audiências públicas promovidas pelo Senado e aborda aspectos como a acessibilidade de crianças e adolescentes à escola, com a adoção da busca ativa daqueles que abandonaram os estudos, e a permanência dos estudantes no ambiente educacional, com a garantia de alimentação, segurança, atendimento e acolhimento, inclusive na área da saúde mental.

O projeto atende ainda a dispositivo constitucional, segundo o qual leis complementares fixarão normas para a cooperação entre a União e os estados, Distrito Federal e municípios, tendo em vista o equilíbrio do desenvolvimento e do bem-estar em âmbito nacional (artigo 23). A Constituição estabelece ainda que a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios organizarão em regime de colaboração seus sistemas de ensino (artigo 211).

Fonte: https://www.extraclasse.org.br/politica/2022/02/projeto-que-institui-sistema-nacional-de-educacao-volta-a-pauta-do-senado/

SAIBA COMO SE TORNAR TÉCNICO EM ATE 40 DIAS!

Conheça Nosso Supletivo

Informações

Voin
Rua Dr. Feliciano Sodré, 78, Sala 1103, Centro São Gonçalo, RJ
call

VOIN Educaional

Informe os dados abaixo para falar com um de nossos especialistas.