Blog VOIN

Noticías

Mundo Offshore e Mercado de trabalho

Brasil colocará a leilão seus primeiros parques eólicos offshore em outubro

O Brasil realizará seu primeiro leilão de energia eólica offshore em outubro, anunciou nesta terça-feira (4) um representante do Ministério do Meio Ambiente, que afirma que o país tem um potencial “inacreditável” para esta energia verde em crescimento.

O governo federal criou um grupo de trabalho cuja missão é definir as regras e normas para as empresas interessadas em instalar parques eólicos offshore no Brasil, e a primeira licitação poderia acontecer já em setembro ou outubro, declarou à AFP Marcelo Freire, Secretário-Adjunto de Clima e Relações Internacionais do ministério.

O Brasil reivindica um potencial enorme como produtor de energia eólica offshore devido ao imenso litoral do país -de mais de 7.000 km-, ventos constantes e águas relativamente pouco profundas.

Considerando apenas “as áreas de maior viabilidade”, o Brasil tem uma capacidade de cerca de 700 gigawatts, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, quatro vezes a produção total do país e quase 20 vezes a energia eólica offshore produzida atualmente no mundo.

“O Brasil tem um potencial inacreditável para ser um grande exportador de energia verde para o mundo”, declarou Freire.

“Com a Europa precisando urgentemente de achar uma alternativa energética, o Brasil, considerando apenas as áreas de maior viabilidade, as águas mais rasas, tem um potencial para produzir com o offshore quatro vezes o total de energia do Brasil de hoje para todas as outras fontes”, afirmou o secretário-adjunto desde Oslo, na Noruega, onde participou de uma conferência na qual anunciou a iniciativa.

“O Brasil não tem essa demanda interna. Então é uma indústria para ser desenvolvida para exportação de soluções climáticas para os outros países que precisam achar essas alternativas”, completou.

O Brasil poderia contar com seus primeiros parques eólicos cinco anos após a realização do leilão, segundo Freire.

O plano de lançar o leilão, anunciado pouco depois de um decreto presidencial que regula a geração de energia eólica offshore no Brasil, atraiu a atenção de grandes empresas internacionais de energia, segundo o governo.

O leilão seria realizado pouco antes da eleição presidencial, na qual o presidente Jair Bolsonaro buscará um segundo mandato, provavelmente contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, favorito segundo as pesquisas.

Bolsonaro foi criticado internacionalmente por sua gestão do meio ambiente e pelo aumento do desmatamento na Amazônia desde que chegou ao poder em 2019.

Freire, porém, que durante a visita à Europa fez uma escala na Dinamarca para promover a agenda ambiental brasileira, desafiou os críticos a manter uma mente aberta.

“Independentemente da simpatia da pessoa ou não pelo governo atual, o Brasil tomou uma decisão de um caminho de crescimento verde, que é uma decisão sem volta”, garantiu.

Fonte: https://sapobrasil.com.br/atualidade/artigos/brasil-colocara-a-leilao-seus-primeiros-parques-eolicos-offshore-em-outubro

SAIBA COMO SE TORNAR TÉCNICO EM ATE 40 DIAS!

Conheça Nosso Supletivo

Informações

Voin
Rua Dr. Feliciano Sodré, 78, Sala 1103, Centro São Gonçalo, RJ
call

VOIN Educaional

Informe os dados abaixo para falar com um de nossos especialistas.